Fale conosco: +55 (18) 4101-2017
Siga nossas redes sociais

Lyncoln Lemes, fundador e diretor executivo da Up! Containers, foi entrevistado em dezembro de 2015 pela Revista Decorarq. No bate papo, com a jornalista Bia Venâncio, falaram sobre construção com uso de containers, seu crescimento no mercado brasileiro, valores e vantagens para quem busca custo-benefício aliado à sustentabilidade na construção civil. Leia a matéria na íntegra:

Conceito reutiliza Containers para criação de projetos

Por Revista Decorarq

Reuso é uma palavra de ordem na atualidade, estamos consumindo cada vez mais os recursos naturais do planeta e a sociedade precisa se movimentar para correr atrás do prejuízo. Essa premissa é a que norteia o conceito de casa Container, que é nada mais do que aqueles boxes usados para transporte marítimo de cargas. A arquitetura e engenharia se uniram para desenvolver um projeto ecológico, acessível e que reaproveita uma estrutura que não seria mais utilizada.

Para falar sobre o assunto, a Decorarq foi atrás de um especialista no assunto, Lyncoln Lemes, proprietário da Casa na Caixa (atual Up! Containers), um escritório que se empenha em trazer o conceito de casa Container para o interior. Lyncoln conta que fez seu MBA na Universidade da Califórnia e que lá teve o contato com o conceito.

Hoje a casa Container já não é mais uma realidade distante no Brasil, com valores acessíveis ela pode ser de qualquer um que tenha o ímpeto em investir num lar sustentável e com alta tecnologia. Por ser um produto de reuso, todos os materiais empregados no projeto também buscam essa finalidade, ou pelo menos a obtenção da matéria prima que não afete ao meio ambiente.

O projeto não tem limite máximo de valores, mas Lyncoln explica que o metro quadrado de um projeto de casa Container sai por cerca de R$ 990,00. Tudo é elaborado para pensar no conforto térmico dos ambientes, com uso de materiais resistentes e com pouca necessidade de adaptar o terreno. Por exemplo, pode ser empregado o uso de estacas para nivelar o solo, já que a fundação já é realizada ao instalar o container.

“Precisamos desmitificar que o sustentável é mais caro”, afirma Lyncoln. Hoje a instalação de um projeto com Container fica 35% mais barato que um normal e ainda pode levar a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), que é dado para quem se enquadra em rígidos padrões que busca a sustentabilidade na construção civil.

A casa Container também pode contar com a inteligência artificial, telhado verde, reaproveitamento máximo de recursos naturais, tudo pela intenção de preservar a natureza e minimizar os danos ao meio ambiente. “Nossa missão é sermos criativos e sustentáveis, está no nosso sangue” finalizou Lyncoln.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *